Como vencer a luxúria.

quinta-feira, 10 de março de 2011




Salve Maria!


A luxúria (do latim luxuriae) é o desejo passional e egoísta por todo o prazer sensual e material. Também pode ser entendido em seu sentido original: “deixar-se dominar pelas paixões”.  Caminharemos na Quaresma lutando contra os pecados capitais e para isto procurei e achei este texto bem compacto, porém que nos dá um excelente caminho a seguir:

"Deve-se saber que, para vencer o pecado da luxúria, é preciso muito esforço, pois se trata de algo intrínseco, e é mais difícil vencer o inimigo familiar. Ora, há quatro modos de vencê-la:

1. Fugir das ocasiões exteriores, como as más companhias e todas as coisas que induzam ocasionalmente a este pecado. Conforme a Escritura (Ecle 9, 5-9): Não detenhas os teus olhos sobre uma donzela, para que a sua beleza não te seja ocasião de queda. Não deixes errar os teus olhos pelas ruas da cidade, nem andes vagueando pelas suas praças. Afasta os teus olhos da mulher enfeitada, e não olhes com insistência para a formosura alheia. Por causa da formosura da mulher pereceram muitos, e por ela se acende a concupiscência como fogo. E está dito no livro dos Provérbios (6, 27): Porventura pode um homem esconder o fogo no seu seio, sem que ardam as suas vestes? E por isso foi dito a Lot que fugisse de toda a região de Sodoma (Gn 19, 17). Resumindo não fique procurando sarna para se coçar, fuja com todas as forças das ocasiões que te façam cair na luxúria!

2. Impedir o assalto dos maus pensamentos, pois são ocasião de excitar a concupiscência. Isso consegue-se pela mortificação da carne. Conforme a Escritura (1 Cor 9, 27): castigo o meu corpo e o reduzo à escravidão. Ou seja, quando pensamentos maliciosos vierem à sua mente, pense logo numa oração (ex: Oração a São Miguel Arcanjo) e o quanto antes comece a buscar forças no Jejum!

3. Perseverar nas orações, pois se o Senhor não guardar a casa, em vão a guardaremos. Como diz o livro da Sabedoria (8, 21): sabia que não podia obter a continência, se Deus ma não desse. E o Evangelho (Mt 17, 21): Esta casa de demônios não se lança fora, senão mediante a oração e o jejum. Se dois homens duelam e a um só deles quiseres ajudar, será preciso prestar socorro a um e o recusar ao outro. Ora, entre o espírito e a carne há um combate contínuo. Por isso, se quiseres que o espírito vença, é preciso que lhe ajudes, o que se faz com a oração, e que negues socorro à carne, o que se faz com o jejum, pois o jejum enfraquece a carne.

4. Entregar-se a ocupações lícitas. A ociosidade ensina muita malícia (Ecle 33, 29). Eis qual foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: a soberba, a fartura de pão, a ociosidade. (Ez 16, 49). Diz São Jerônimo: Fazei sempre algo de bom, a fim de que o diabo te encontre ocupado. Entre todas as ocupações, a melhor é o estudo das Escrituras. Ame o estudo das escrituras e não amarás os vícios da carne. Percebo que o desejo de realizar bem os trabalhos do dia-a-dia, mesmo que estes trabalhos pareçam banais, o desejo de vê-los bem realizados e o zelo em colocar isto em prática, também é outro meio de estarmos sempre ocupados de forma lícita.



3 comentários:

Almas Castelos disse...

Vim te visitar e confesso que é dificil sair do seu Blog. Quanta maravilha... Quanta verdade... Que bom termos um Blog como o seu entre os nossos. Parabéns. Peço à Nossa Senhora que lhe retribua ao cêntuplo por tanto bem que voce faz com o seu Blog. Desejo-lhe muitos frutos apostólicos. Parabéns.

Giovana disse...

Salve Maria!

Nossa, suas palavras vieram em boa hora! Pq leio tantas críticas a mim e tantos juízos errados, que por algumas vezes me entristeço.

Mas que tudo, seja alegria seja triste, que tudo seja pela glória de Deus!

DE MÃOS DADAS disse...

Giovana
Amiga, gostei imenso deste texto está muito bom
Obrigada
E antes de mais peço-lhe desculpa pelo erro que cometi ao colocar o indereço do seu blog em de mãos dadas .
Já corrigi.
Peço-lhe o favor de sempre que vir falhas que por certo vou tendo e fazendo pois sou um ser humano me corrija.
Estou aqui para servir e o servir passa pela disponibilidade de corrigir e corrigir-me a tal correcção fraterna
Com muito amor e carinho.
Mais uma vez aceite as minhas desculpas e falhas coloque-as nas mãos de Deus Ele saberá o que fazer
Beijinhos e muito grata lhe fico.

Postar um comentário

Salve Maria!

Que o Espírito Santo conduza suas palavras. E que Deus nos abençoe sempre.

***Caso o comentário seja contrário a fé Católica, contrário a Tradição Católica SERÁ DELETADO, NEM PERCA SEU TEMPO!
***Para maiores esclarecimentos: não sou adepta deste falso ecumenismo, não sou relativista, não sou sincretista, não tenho a mínima vontade de divulgar heresias; minha intenção não será outra a não ser combater tudo que cito acima!

Por fim, penso que esclarecidas as partes, que sejam bem vindos todos que vierem acrescentar algo mais neste pequeno sítio.